Astrologia na Actualidade

Sobretudo no último quartel do séc. XX assistimos a uma fantástica recuperação do conhecimento astrológico. Depois de um período de quase morte, em que a Astrologia esteve entregue a pessoas de nível cultural muito humilde, houve uma “massa crítica” de astrólogos solidamente

informados e cultos que tomaram em mãos a tarefa de traduzir obras Clássicas em Latim, Grego, Árabe e Hebraico para línguas actuais. A autêntica Astrologia ficou assim disponível para quem a entender.

 

Actuais Correntes

Tecnicamente muito exigente, confere excelentes possibilidades de pesquisa e identificação de circunstâncias no terreno. Apresente limites do ponto de flexibilidade já que adopta uma filosofia determinista. É como um mecânico que adora os detalhes do veículo mas que não viaja no mesmo.

Astrologia Psicológica

Mais acessível ao principiante, já que não é tão exigente em termos técnicos, e muito interessada na adaptação do indíviduo ao meio ambiente social com tudo o que isso implica na subjectividade.

Seguindo a anterior metáfora, é como alguém que passeia num veículo sem grande preocupação pela condição da mecânica, nem com o rigor do percurso. Se tiver um furo pode não saber mudar a roda, ou perder-se no trajecto. Óptima para auto conhecimento e exploração Espiritual, mas muito vaga do ponto de vista de orientação e planeamento no tempo.

Astrologia Financeira/Empresarial

Essencialmente práctica, leva a técnica até ao ponto em que este é aplicável ao terreno em questão, e interessa-se pelos resultados. Não é muito exigente do ponto de vista técnico nem pretende penetrar fundo na subjectividade individual. Boa para avaliar capacidades de trabalho e/ou interacção entre elementos de equipas ou parcerias.

Óptima para decidir o “momento” certo para empreendimentos importantes, estratégias de negociação, definição de prioridades e investimentos. De acordo com a anterior metáfora, temos aqui alguém que usa o veículo para competição, exigindo uma mecânica eficaz e pragmática.